Comece 2018 com a restituição do seu Imposto de Renda

Primeiramente, você sabe o que é restituição de imposto de renda?

Basicamente, ele constitui-se de valores que devem ser ressarcidos ao cidadão após a declaração quando constatado que já foram pagos valores maiores do que os devidos para a Receita Federal. E isso acontece todo ano após a declaração.

Então, se o contribuinte começar a se planejar, reduzirá as preocupações com erros e possibilitará que se recupere mais dinheiro na restituição.

Normalmente, a restituição é creditada automaticamente na conta do contribuinte, quando esta é informada no momento da declaração. Caso a restituição não ocorra, o contribuinte deve buscá-la pelo site da Receita Federal quando o lote correspondente da restituição sair.

Mas há alguns detalhes que podem te ajudar a aumentar os valores a serem recebidos:

1 – Guardar documentos

 Essa é uma ação simples, pois basta guardar adequadamente os documentos, como por exemplo, despesas médicas, odontológicas, instruções, pensões alimentícias judiciais. .

2- Previdência Privada

O plano de previdência privada pode ser utilizado como, mas é importante deixar claro que isso só ocorre quando é feito no modelo PGBL, em um limite de 12% do valor tributável total, antes de qualquer dedução.

3 – Doação

Essa é pode ser uma forma de utilizar o dinheiro que paga de imposto para ações que trarão benefícios sociais, mas somente para quem faz a declaração completa do Imposto de Renda. O limite é de 6 % do imposto de renda devido é para as destinações aos fundos de direitos da criança e do adolescente, as doações e os patrocínios para projetos enquadrados como incentivo a atividades culturais, artísticas e incentivos a atividades audiovisuais.

4- Empregada doméstica

Quando o contribuinte possui empregada doméstica, é importante registrar, sendo possível lançar os valores pagos ao INSS. Com o valor podendo ser pago diretamente do imposto a pagar.

5- Preenchimento do Rascunho do IR

O rascunho pode ser preenchido por meio de um aplicativo disponibilizado pela IRPF. E isso pode ser feita durante todo o ano e não somente quando abre o período de entrega, assim evita os riscos de cair na malha fina.

6- Dependentes

Muitas vezes não se pensa que pai e mãe, dentre outros casos, podem ser dependentes, podendo abater as despesas com assistência médica.

Este caso deve ser avaliado previamente, sendo que os rendimentos deles serão somados em sua declaração e poderá aumentar a sua faixa de tributação.

 

 

Fonte: Confirp

Imagem: Designed by schantalao / Freepik